Aprenda mais sobre esses parasitas que podem causar muito incômodo aos seus pets.

Uma coceira diferente no seu cachorro ou gatinho já acende o alerta de que seu animal pode estar sujeito à infestação de parasitas, como pulgas ou carrapatos, que costumam causar muito incômodo e até provocar doenças mais sérias e perigosas.

Então, se você é mãe ou pai de pet, vale a pena ficar atento a esses primeiros sinais para evitar que consequências piores aconteçam. Apesar de esses bichinhos malvados serem difíceis de detectar, eles não são nada que um bom tratamento antipulgas e carrapatos não resolva!

pulgas no cachorro

Também tem dificuldade de identificar a presença desses invasores? Recomendamos que leia o nosso post de hoje! Vamos explicar todas as características desses parasitas para que você consiga eliminá-los de uma vez por todas da vida dos seus amiguinhos de quatro patas! Confira:

Ctenocephalides felis: a pulga que ataca gatos

Independente se seu bichano anda por aí ou se fica apenas em casa, ele continua sujeito ao ataque dos carrapatos e pulgas. A espécie mais comum de parasita nos gatos é a Ctenocephalides falis. Esse nome científico se refere a uma pulga que se alimenta do sangue desses pets, espalhando-se rapidamente por todo seu corpo.

Em casa, geralmente elas se escondem em locais escuros e quentes, como almofadas, colchões, carpetes e, inclusive, no cesto dos animais. Com suas patas longas, esses insetos conseguem saltar e assim se locomovem de um ambiente a outro.

Sintomas e doenças

Para identificar se esse invasor está incomodando seu animalzinho, basta reparar em seu comportamento. Geralmente, gatos com essa pulga ficam extremamente irritados e ansiosos, inclusive arranhando e coçando a si mesmo com frequência. Ações que podem provocar a perda de pêlos e o aparecimento de feridas.

Além do desconforto, esses bichinhos maliciosos também podem gerar outros prejuízos maiores para o seu pet, como o desenvolvimento de um quadro de anemia, devido a uma perda significativa de sangue, ou ainda uma infecção causada por tênia.

Ctenocephalides canis: a principal pulga dos cachorros

Assim como os gatos, os doguinhos também passam por problemas com parasitas. No caso desses amigos, a principal invasora recebe o nome científico de Ctenocephalides canis. Esse tipo de pulga é muito semelhante aos dos bichanos, porém elas têm o corpo mais avermelhado e maior, atingindo até 4 milímetros.

Devido ao seu organismo achatado, esses bichinhos conseguem facilmente se deslocar e agarrar aos pêlos dos animais, resistindo inclusive à escovação feita nos pets. Após se instalarem nos cachorros, elas podem se espalhar velozmente pela casa toda, já que nem todos os seus ovos ficam presos aos fios dos doguinhos.

Sintomas e doenças

A coceira em excesso também é o principal sintoma da presença dessa forma de parasita, deixando os cachorros bem irritados. Além disso, é comum que os pets fiquem com a pelagem mais suja, com pequenas manchas pretas, vindas das fezes das pulgas.

Se seu animal tiver alergia à picada desses bichinhos pode ser que ele desenvolva uma dermatite alérgica. Doenças bacterianas são outro problema muito comum que costumam aparecer em cachorros infestados por pulgas.

Formas de eliminar pulgas do seu animalzinho

Após descobrir algumas das complicações que esses pequenos parasitas podem provocar na saúde do seu pet, certamente você ficou com medo desses bichinhos. Mas não se espante! Com simples ações, como as que citamos a seguir, você pode combater esses invasores, afastando-os do seu amigo de uma vez por todas. Veja:

Shampoos antipulgas

Esse tipo de tratamento funciona mais para combater infestações de pulgas que já estão no seu cachorro ou gato, do que como método de prevenção para afastar esses bichinhos. Sua eficácia geralmente depende da composição do produto.

Tratamentos tópicos

Essa forma de tratamento antipulgas consiste em um líquido que deve ser aplicado em áreas específicas do corpo do animal, que ele não consiga alcançar. Sua ação é muito rápida e ainda oferece proteção contra os invasores em períodos posteriores ao uso.

Produtos de aplicação oral

Normalmente, esses remédios são feitos de pesticidas que acabam tanto com pulgas adultas quanto com ovos e largas, por isso costumam ser bastantes eficientes.

Coleiras antipulgas

Esse modelo de coleira específica possui substâncias químicas na sua formação, que são liberadas no pêlo dos animais para afastar as pulgas já existentes e impedir que novos parasitas possam se desenvolver.

Essas foram apenas algumas das opções mais populares de tratamento antipulgas, mas se você tem o interesse em conhecer outras alternativas, recomendamos que fique atento aos conteúdos do nosso blog! Estamos sempre antenados a todas as novidades do universo pet para oferecer as melhores informações para você!

Deixe um comentário